Igreja Metodista Voldac

Contribuições
Você adicionou a sua lista de contribuições. O que deseja fazer agora?
Continuar Contribuindo Fechar Contribuição
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Igreja Metodista Voldac - Resgatando Vidas e Cuidando Bem Delas!

Resgatando Vidas e Cuidando Bem Delas!

Nossa História

História da Igreja em Voldac

História da Igreja

                Voldac, é realmente uma extensão do bairro de Niterói, o mais antigo bairro da cidade de Volta Redonda, foi aí que por iniciativa da Igreja Metodista Central de Barra Mansa, foi iniciado na década de 30 o Metodismo na cidade.

                Toda esta região, até o final do século XIX e início do século XX, era ocupada pelas grandes fazendas cafeeiras, e depois as de pecuária com vastas pastagens, nas margens do Rio Paraíba, então, um rio caudaloso de águas limpas.

                No início dos anos 40, houve grande transformação na economia e na vida das pessoas da região, com o início da CSN, quando aqui chegaram milhares e milhares de imigrantes. De longe e de perto. Entre eles, os Metodistas, pioneiros de uma empresa, de uma cidade, de uma igreja, a Igreja Metodista Central de VR.

                As terras do, hoje bairro de Voldac, foram vendidas e loteadas pelos proprietários rurais (os Barreira Cravo) e o bairro foi se formando. Novos habitantes, novas atividades e interesses. A Igreja surge onde tem gente e tem gente onde há trabalho. Foi assim em Volta Redonda e, por extensão, no bairro Voldac.

                E... então?

                O tempo não para; pessoas mudam; a vida das famílias se transforma. Só Deus permanece com a sua constante graça, buscando formar um povo. Anos 50, a Igreja Metodista Central de VR, em seus 10 anos, começa a atingir com a pregação das Boas Novas do Evangelho, os bairros distantes do centro, onde se localiza: Retiro, Minerlandia, São Geraldo, Voldac... Abrem-se os, então chamados “Pontos de Pregação”, nas casas das famílias metodistas que ofereciam seus lares para o trabalho. Foram as sementes das Igrejas Metodistas de hoje, em Volta Redonda. Assim aconteceu, pela graça de Deus, com a IGREJA DE VOLDAC, denominada, em seus primeiros tempos de “Igreja do Calvário”.

“A IGREJA NA CASA (Cl 4:15)

                Foi no lar do casal ISRAEL e CÉLIA DE SOUZA, que eram membros da Igreja Central, vindos de transferência da Igreja de Inoaíba, no RJ que o trabalho começou. Israel ofereceu a sua casa na reunião da Sociedade Metodista de Homens, de 10 de Março de 1958, quando os irmãos planejavam iniciar no bairro, cultos missionários. No dia 19 do mesmo mês, realizou-se o primeiro culto. O gabinete Pastoral (a CLAM daquele tempo) oficializou o Ponto de pregação em Agosto, e em Setembro começou a funcionar a Escola Dominical, às 15h, quando as crianças se reuniam à sombra de uma moita de bambus, no quintal.

DA CASA PARA UM BARRACÃO

                Em Outubro de 1959 a IMC adquiriu de Arnaldo Barreira Cravo um terreno situado a Av. N. Sra do Amparo,  que seriam pagos em 66 prestações. (Cartório do 3º Ofício, L. 12, fls. 33036, de 12/10/59).

                Foi ali construído um barracão, num mutirão dos irmãos da Igreja Central. Para ali foram transferidos os trabalhos. Em 1962 foi construído o primeiro templo, que contou com a decisiva participação da Sociedade Metodista de Senhoras (na época...) e muito trabalho da comunidade local.

INAUGURAÇÃO DO PRIMEIRO TEMPLO – 1963

                Foi em 14 de julho de 1963, quando a Igreja-Mãe completava a sua maioridade, 21 anos. A cerimônia foi dirigida pelo então Pastor Gesse Teixeira de Carvalho e contou com a presença do Bispo César Dacorso Filho.

ORGANIZAÇÃO DA IGREJA – 1969

               Era Pastor da Igreja Central, o Pastor Ernane Dias Pereira. Doze irmãos, sua maioria, da Congregação de Voldac solicitaram ao Concílio Local, na sessão de 8 de Maio de 1969, a sua elevação à categoria de Igreja. Aprovado o pedido, a Igreja Metodista no bairro de Voldac foi organizada no dia 23 de junho de 1969.

DE IGREJA À CONGREGAÇÃO (1972 A 1978)

                A Igreja Metodista no Brasil mudou sua estrutura de trabalho no Concílio Geral de 1970. Provavelmente, os novos requisitos para “Igreja independente” não podiam ser cumpridos pela nova e pequena Igreja de Voldac, que voltou à categoria de “Congregação” sob a jurisdição da Igreja Metodista Central de VR. Seguiu-se um período de muito trabalho. Foi estabelecida uma parceria com a Congregação de Dom Bosco, cujo trabalho no bairro de São Luiz, tinha sido iniciado pela Igreja Metodista em Voldac, casa de seus membros, João e Maria Góis. As duas Congregações juntaram forças e recursos humanos e materiais em tempos de muito trabalho e bons resultados.

                Compartilhavam obreiros, reuniões, trabalhos e projetos. Foi construído o primeiro templo de Dom Bosco (1974).

RETORNO Á CATEGORIA DE “IGREJA”

                Cessadas as razões, a Igreja de Voldac, voltou a sua posição de Igreja independente, em 1978, ainda no pastorado do Reverendo Tims.

                E, como Igreja, tem cumprido a sua missão de pregar o Reino de Deus, espalhando o Evangelho do Senhor.

                RELAÇÃO DOS PRIMEIROS PASTORES:

                Idelmicio Cabbral dos Santos (início dos trabalhos, em 1958)

                Gesse Teixeira de Carvalho (o 1º Templo, em 1963)

                Nilton de Oliveira Garcia (vive em Nova Friburgo, RJ)

                Ernane Dias Pereira (organização da Igreja, em 1969

                Walter Navarro (últimos meses de 1969)                           

                James Edwin Tims, a partir de 1970.

                João Caixeiro (também da Igreja do Retiro)

                Joaquim A. de Britto (idem)

                Audiffrent Corrêa Dias (Pastor de dedicação voluntária)

                Ermil Corrêa da Silva

                Co-adjutores da Igreja Metodista Central de VR: Uriel Teixeira e Aerton Tavares (anos 70)

                Continuará...

Avalie o conteúdo desta página!

Enviando Comentário Fechar :/