Igreja Metodista Voldac

Contribuições
Você adicionou a sua lista de contribuições. O que deseja fazer agora?
Continuar Contribuindo Fechar Contribuição
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Igreja Metodista Voldac - Resgatando Vidas e Cuidando Bem Delas!

Resgatando Vidas e Cuidando Bem Delas!

A Perseguição sofrida pelos discípulos Tiago e Pedro

Atos 12.1-19

Por CLEUNICE LUIZ DIAS REIS dia em Palavra

A Perseguição sofrida pelos discípulos Tiago e Pedro
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Introdução: A oração é a chave da vitória. A oração produz livramento sobre a vida do discípulo. Hoje desejamos crescer no conhecimento da oração e refletir como a oração fortaleceu a igreja no momento da perseguição.

I. A oração e a perseguição (v.1) - Os discípulos fugiram para várias partes do mundo. Os que ficaram em Jerusalém sofreram muito. O sustento da igreja foi a oração.

O v.1 diz que “...o rei Herodes estendeu as mãos sobre alguns da igreja, para os maltratar”. Como discípulos, muitas vezes somos maltratados e atacados pelo inimigo. Mas permaneça em oração. A oração é a chave da vitória.

II.A oração e o martírio (v.2-3) - A oração preparou Tiago, irmão de João para o martírio. Ele não negou a Jesus. Foi fiel até o fim. Muitas vezes a oração não nos livra do sofrimento, mas nos dá forças para enfrentar o sofrimento. O martírio de Tiago não foi derrota, mas uma grande vitória que fortaleceu ainda mais a vida dos discípulos.

Herodes viu que isso agradou os judeus. Por motivos políticos mandou prender também a Pedro. Era a semana de Páscoa e Herodes desejou agradar os judeus como Pilatos agradou matando Jesus.

III. A oração que promove libertação (v. 4-11) - Observe como Pedro foi preso: v.4 diz que “lançou-o na prisão, entregando-o a quatro grupos de quatro soldados cada um para o guardarem, tencionando apresentá-lo ao povo depois da páscoa”.

Pedro estava na prisão e a igreja orava com insistência a Deus por ele. Você deseja a libertação espiritual de alguém? Deseja que alguém se transforme em discípulo? Então ore com insistência a Deus por ele.

Observe como foi a libertação de Pedro.(v.6-10), Pedro demorou a entender que não se tratava de uma visão, mas era uma ação direta de Deus. No v.11 ele diz: “Agora sei verdadeiramente que o Senhor enviou o seu anjo, e me livrou da mão de Herodes e de toda a expectativa do povo dos judeus”.

Na noite que Jesus foi preso, Pedro teve medo de ser discípulo e negou o Senhor três vezes. Agora, cheio do Espírito Santo, Pedro estava deitado, dormindo esperando a morte. Ele tinha confiança e ousadia para seguir o martírio como fez Tiago. O Pedro covarde foi transformado no Pedro confiante. Você precisa ser um discípulo mais confiante?

IV. A incredulidade da Igreja que ora (v.12-19) - Pedro foi à casa de Maria, mãe de João, que tem por sobrenome Marcos, onde muitas pessoas estavam reunidas e oravam. Naquela casa estava uma célula. É interessante que quando ele bateu ao portão do pátio, uma criada chamada Rode saiu a escutar; e, reconhecendo a voz de Pedro, de gozo não abriu o portão, mas, correndo para dentro, anunciou que Pedro estava lá fora. A igreja que estava orando pela libertação de Pedro não acreditou na libertação de Pedro. Duvidou da menina e a chamou de louca. O v.16 diz que “Pedro continuava a bater, e, quando abriram, viram-no e pasmaram”.

Conclusão: Este estudo nos ensinou que os verdadeiros discípulos perseveram na oração apesar da perseguição e do martírio. A oração trás vitórias para enfrentar o martírio ou para nos libertar do sofrimento. Glória a Deus.

 

                             Extraído e adaptado do Livro Discipulado em Atos dos Apóstolos

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para A Perseguição sofrida pelos discípulos Tiago e Pedro

Enviando Comentário Fechar :/